sábado, março 17, 2007

El PP denuncia a la Junta de Extremadura por subvencionar el libro de un fotógrafo que plasma a Cristo masturbándose


Será que isto é arte? Será que a falta de talento se resolve com a agressão a crenças religiosas? Será que contestar de uma forma grosseira sobre qualquer tipo de conceito é só por si arte?
Eu não acredito... acredito em acções que façam mexer as almas, que provoquem emoções, que revelem contextos que assumem importância nas gerações presentes e vindouras... mas não acredito que o caminho seja chocar de forma agressiva a fé ou a convicção dos outros e ainda para mais com o apoio do poder local, regional ou governamental.

Como é hábito nos meus comentários estive a tentar escolher a fotografia menos polémica... mas são todas tão nojentas que qualquer filme pornográfico é soft e a Madonna no auge da sua irreverência é uma menina de coro... por isso deixo tinta preta sobre o nome de tão intelectual trabalho no lugar da foto... quem quiser que faça a pesquisa

1 comentário:

Cristina D'Eça Leal disse...

À partida eu acho que não deve haver temas intocáveis e fui ver as imagens para poder ajuizar. Reconheço que tens toda a razão: não é aceitável que a edilidade patrocine obras desta natureza. Imagino que não haja falta de candidaturas - neste casos a procura é sempre superior à oferta - pelo que podiam, até airosamente, furtar-se a esta situação desagradável. Além disso, este tipo de trabalhos tem sempre saída comercial e não precisa certamente de subvenção estatal.
Também considero que é abusivo considerar este trabalho artístico; parece-me mais um manifesto anti-católico e haveria seguramente formas mais dignas de criticar os aspectos nefastos da religião.